Vale pagar por um antivírus? Confira teste com programas pagos e gratuitos


11/02/2009
A oferta de antivírus no mercado é grande —sejam os gratuitos ou pagos. Resta saber se esses programas estão mesmo preparados para proteger o seu computador contra todos os tipos de pragas que aparecem diariamente na Web.

O UOL Tecnologia escolheu 4 antivírus bem conhecidos entre os usuários de computadores e Internet e mais baixados no site Superdownloads—2 deles gratuitos (AVG Antivírus 8 e Avast! 4.0) e 2 programas pagos (Kaspersky Internet Security versão 7.0 e Norton Internet Security 2009)— para saber qual deles se sai melhor na batalha contra as pragas virtuais.

Para o teste, infectamos um computador com aproximadamente 200 vírus de diversos tipos e colocamos cada um dos programas para rodar. O primeiro antivírus escolhido foi o gratuito AVG, um dos mais conhecidos entre os usuários de computadores. Depois, foi a vez do Kaspersky, seguido do Avast! e do Norton.

Na lista dos antivírus gratuitos, quem se saiu melhor foi o Avast!. O programa conseguiu detectar 195 dos 200 vírus instalados no computador. Já o concorrente AVG assustou: encontrou apenas 84—e ficou na última posição entre os antivírus testados. Em um dos testes, o programa não conseguiu detectar uma praga que desabilitava o antivírus e qualquer outro arquivo executável. Um risco grande para quem costuma usar o aplicativo.

O desempenho dos antivírus pagos não ficou muito além da performance apresentada pelos freewares. Aliás, o gratuito Avast! conseguiu reconhecer mais pragas do que a versão paga do Norton Internet Security 2009 (190 encontrados contra 195 do Avast!). O outro concorrente pago, o Kaspersky, encontrou 197 e ficou na primeira posição entre os programas testados pelo UOL Tecnologia.

CINTIA BAIO | Do UOL Tecnologia


Publicado por: Bira Castellano

       

Notícias